Nas últimas décadas, o uso indiscriminado de agrotóxicos e produtos químicos na produção de alimentos vem causando preocupação em diversas partes do mundo. Um forte exemplo é a crítica ao modelo de agricultura vigente que cresce à medida que estudos comprovam que os agrotóxicos contaminam os alimentos e o meio ambiente, causando danos à saúde.
10460783_634612839969851_1192578836661891185_n
Dentro deste contexto, tem aumentado progressivamente a procura por alimentos produzidos de forma orgânica, isto é, livres de fertilizantes químicos, agrotóxicos, antibióticos, hormônios e outras drogas usualmente utilizadas. “Estudos científicos sugerem que os alimentos orgânicos são melhores para a nossa saúde, pois o seu valor nutricional é maior do que aqueles produzidos convencionalmente”, orienta.

Quais os benefícios das papinhas orgânicas para bebês?

A partir do sexto mês é recomendada a introdução de novos alimentos e a mãe, seja ela de primeira viagem ou não, fica em dúvida de como iniciar esta introdução. A primeira dica é a escolha de alimentos orgânicos que são mais saborosos e cultivados sem agrotóxicos, aditivos químicos ou modificações moleculares em semente. Uma grande vantagem da alimentação orgânica desde a introdução dos alimentos aos seis meses é a formação do hábito alimentar. Bebês e crianças alimentadas com papinhas, sopinhas e comidinhas orgânicas formam hábitos alimentares diferenciados, pois os alimentos orgânicos têm muito sabor e isto estimula a palatabilidade e o interesse por experimentar novos alimentos.

Ora, se aprendemos a “comer desde cedo” e repetirmos o aprendizado por toda nossa vida temos uma grande vantagem com o alimento orgânico – aprenderemos a comer e escolher alimentos mais saudáveis. A mãe deve sempre se lembrar que a alimentação industrializada pode conter conservantes, por exemplo, ou outras substâncias como corantes, estabilizantes e edulcorantes, etc. sendo assim a melhor opção a alimentação orgânica.

É possível encontrar qualquer tipo de alimento orgânico? Onde comprar?

Atualmente encontramos desde cereais, carne, frango, toda linha de laticínios e até papinhas e comidinhas para bebês, totalmente orgânicos, além de alguns condimentos e outros produtos de mercearia seca que são comercializados em redes de supermercados e
diversas lojas.

O comportamento do consumidor em relação aos alimentos orgânicos vem mudando?

Os consumidores de produtos orgânicos destacam a diferença de preço e de qualidade entre os produtos orgânicos e os convencionais – “podem custar um pouco mais, mas não tem agrotóxicos, aditivos, conservantes, corantes ou acidulantes o que garante uma melhor qualidade na alimentação da minha família e estão sempre ‘fresquinhos’”. Para esses consumidores, a alimentação orgânica representa um dos meios para garantir a saúde.

Normalmente, o que os leva a fazer essa opção?

Percebe-se nas ideias e atitudes desses consumidores uma reação às transformações alimentares dos últimos tempos. A alimentação moderna vem mudando os hábitos das pessoas com a industrialização de refeições pré-preparadas ou prontas com adição de conservantes, estabilizantes e outros produtos químicos que ao serem consumidos ao longo da vida trarão prejuízos a saúde.