A PARAISO É ASSIM

Uma grande Mãe

A Paraiso é uma das maiores indústrias nacionais no segmento de moda infantil. As roupas produzidas pela empresa são distribuídas em todo Brasil há mais de duas décadas.

Para atender consumidores exigentes a Paraiso mantém um alto padrão de qualidade e design na produção das coleções, a equipe de estilistas viaja para outros países buscando inspirações e as últimas tendências.

Com esses diferenciais tem sua marca presente em mais de 5 mil lojas no Brasil. A estrutura da indústria é de alta performance contando com equipamentos de última geração e mais de 500 colaboradores.

É muita energia envolvida em todo o processo e muito carinho em cada detalhe, por isso a Paraiso é assim UMA GRANDE MÃE!

Uma história de Mãe

ERA 1985 QUANDO AGULHA, LINHA E TECIDOS SE ENCONTRARAM, PELA PRIMEIRA VEZ, COM AS MÃOS HABILIDOSAS DE CELMA…

Menina-mãe, aos 17 anos, ela descobriu: carregava no ventre o primogênito da família. Um filho amado desde a geração, por ela e pelo marido, Eugênio Rossato. Sem condições financeiras de comprar o enxoval e roupas para bebê, Celma uniu a necessidade ao talento nato e juntou os lençóis de casa aos moldes emprestados pela vizinha – estes, feitos para vestir bonecas – e realizou a mágica da transformação. Com o aprendizado de um curso de corte e costura Celma deu vida às roupinhas feitas exclusivamente para o filho, repletas de estilo e muito amor.

Aos 19 anos tinha uma família grande: Jean e Daiane preencheram a vida do casal com alegria e esperança. Foi quando eles se depararam com uma reviravolta do destino. Dificuldades financeiras surgiram no caminho e coube ao casal transformar o problema em oportunidade. Chegara a hora de arriscar e investir no sonho. O alto custo dos tecidos levou Celma a começar no ramo da confecção bordando panos de prato. Então foi só juntar as economias para, enfim, costurar as roupinhas de bebê.

Primeiro vieram os cheirinhos – os paninhos que os pequenos adoram. Depois, os babadores, casaquinhos, fraldas e mantas. A produção foi crescendo aos poucos e cada peça era um ponto a mais na lista de vitórias de Celma. Seis anos depois as vendas já haviam ultrapassado as barreiras geográficas. As roupinhas fabricadas em Terra Roxa vestiam crianças de cidades vizinhas e a chegada do terceiro filho, Ronie, foi o divisor de águas. Destemida – e incentivada pelo marido – aos 25 anos de idade Celma fez a primeira viagem a São Paulo. Lá montou o enxoval do caçula e encontrou a inspiração para as novas coleções.

Em 1994 a família foi agraciada com mais um bebê. Aline chegou para completar os planos dos Rossato. Eugênio, convencido de que o seu Paraiso particular agora era sinônimo da realização do sonho de outras mães, ao comprar seus enxovais, passou a se dedicar exclusivamente à marca. Celma, Eugênio, Jean, Daiane, Ronie e Aline constroem diariamente um legado de amor, fé, ética e respeito ao próximo. Juntos, eles cultivam as sementes de um convite ao Paraiso.

Conheça nossa história